Deprecated: Methods with the same name as their class will not be constructors in a future version of PHP; custom_header has a deprecated constructor in /home2/arstraco/public_html/wp-content/plugins/dynamic-headers/custom-header.php on line 31

Notice: rss.php is deprecated since version 3.0.0! Use wp-includes/class-simplepie.php instead. in /home2/arstraco/public_html/wp-includes/functions.php on line 3967

Deprecated: Methods with the same name as their class will not be constructors in a future version of PHP; JJ_NGG_JQuery_Carousel has a deprecated constructor in /home2/arstraco/public_html/wp-content/plugins/jj-nextgen-jquery-carousel/includes/jj_ngg_jquery_carousel.php on line 3

Deprecated: Methods with the same name as their class will not be constructors in a future version of PHP; JJ_NGG_JQuery_Cycle has a deprecated constructor in /home2/arstraco/public_html/wp-content/plugins/jj-nextgen-jquery-cycle/includes/jj_ngg_jquery_cycle.php on line 3

Deprecated: Methods with the same name as their class will not be constructors in a future version of PHP; JJ_NGG_JQuery_Slider has a deprecated constructor in /home2/arstraco/public_html/wp-content/plugins/jj-nextgen-jquery-slider/includes/jj_ngg_jquery_slider.php on line 3

Deprecated: Methods with the same name as their class will not be constructors in a future version of PHP; Graphene_Widget_Twitter has a deprecated constructor in /home2/arstraco/public_html/wp-content/themes/graphene/functions.php on line 624

Notice: add_custom_background está obsoleto desde a versão 3.4.0! Use add_theme_support( 'custom-background', $args ) em seu lugar. in /home2/arstraco/public_html/wp-includes/functions.php on line 3839

Notice: add_custom_image_header está obsoleto desde a versão 3.4.0! Use add_theme_support( 'custom-header', $args ) em seu lugar. in /home2/arstraco/public_html/wp-includes/functions.php on line 3839

Notice: O método construtor chamado para WP_Widget em JJ_NGG_JQuery_Carousel esta depreciado desde a versão 4.3.0! Utilize
__construct()
no lugar. in /home2/arstraco/public_html/wp-includes/functions.php on line 3902

Notice: O método construtor chamado para WP_Widget em JJ_NGG_JQuery_Cycle esta depreciado desde a versão 4.3.0! Utilize
__construct()
no lugar. in /home2/arstraco/public_html/wp-includes/functions.php on line 3902

Notice: O método construtor chamado para WP_Widget em JJ_NGG_JQuery_Slider esta depreciado desde a versão 4.3.0! Utilize
__construct()
no lugar. in /home2/arstraco/public_html/wp-includes/functions.php on line 3902

Notice: O método construtor chamado para WP_Widget em Graphene_Widget_Twitter esta depreciado desde a versão 4.3.0! Utilize
__construct()
no lugar. in /home2/arstraco/public_html/wp-includes/functions.php on line 3902
Design de Interação – Solução alheia? | arstra
Notice: Undefined variable: tt_like_settings in /home2/arstraco/public_html/wp-content/plugins/facebook-share-new/facebookshare.php on line 809

«

set
17

Design de Interação – Solução alheia?


Notice: Undefined index: wp_twitter_display_archive in /home2/arstraco/public_html/wp-content/plugins/wp-twitter-retweet-button/wp-twitter-button.php on line 59

Notice: Undefined index: wp_twitter_display_category in /home2/arstraco/public_html/wp-content/plugins/wp-twitter-retweet-button/wp-twitter-button.php on line 59

Notice: Undefined variable: button in /home2/arstraco/public_html/wp-content/plugins/facebook-share-new/facebookshare.php on line 631

Notice: Undefined variable: content in /home2/arstraco/public_html/wp-content/plugins/facebook-share-new/facebookshare.php on line 636

Notice: get_usermeta está obsoleto desde a versão 3.0.0! Use get_user_meta() em seu lugar. in /home2/arstraco/public_html/wp-includes/functions.php on line 3839


O Design de interação tem uma grande importância na área de Design Gráfico porque o design de interação é para o profissional de design gráfico como para o ferreiro o martelo que defina a forma “do prego”, o visual, que pode entrar “na parede”, alcançar o público alvo, em uma forma fácil e ainda segura bem a mensagem que era para transmitir. Mas o ferreiro não fica reconhecido bem por seu trabalho, em contrario a profissão não está valorizada e é quase extinto, pelo menos eu, não conheço mais um ferreiro.
Como está descrição é difícil de interpretar para quem não sabe sobre o trabalho do ferreiro, só vê o prego na parede como resultado final sem pensar sobre a historia deste prego. Importante é que segura firme o que é para segurar. Este fenómeno o designer conhece muito bem, mas em relação ao ferreiro o design gráfico está evoluindo, se preparando para desafios que veem – o design de interação pode ser uma forma de prego que segura a profissão, talvez.

1. Design de Interação e a importância para o design gráfico.

Principalmente nos últimos anos, a forma do consumo da informação mudou radicalmente. A internet revolucionou nosso dia a dia e disponibiliza sempre mais informações que qualquer área e assunto. Como no começo da internet, a presença e a quantidade da informação oferecida era importante, hoje a qualidade e a forma adequada de oferecer e apresentar informações é essencial para ter uma presença valida. O consumidor/ usuário é muito mais exigente em relação à informação aceitada. A quantidade das informações causou uma evolução. Informações inadequadas, não somente na internet, estão sendo descartadas imediatamente, formamos prioridades de aceitação na escolha de qualquer material.
Seguindo desse movimento, o material, alias a informação, oferecida precisa ser trabalhada em uma forma mais exigente, adaptada para interagir com o publico alvo, gerar emoções etc., fazer aceitar a informação oferecida.


Conseguir isto não é um processo fácil e causou a necessidade de formar um novo campo de estudos, tais como a forma de criação material que atender aquelas necessidades do consumidor informado, o design de interação. Mas se o design da interação vai resolver mesmo os problemas gerais, o futuro vai mostrar.
O design de interação é uma área ainda muito jovem no mundo dos designers gráficos e fornece a base do trabalho para quem ocupar-se com qualquer forma de criação ou produção de algo gráfico que tem como final uma interação com um individuo. Começando com publicações simples, um banner, outdoor ou folder até uma aplicação com interface gráfica como jogos por exemplo.
O caminho para alcançar um resultado qualquer necessita de trabalhar um esquema que, como uma linha vermelha, mostra o caminho para cumprir o objetivo. O esquema é bem claro, o próprio desejo ou a nossa criatividade tem que ser desligado para poder desenvolver em uma forma pragmática um projeto de design de interação referente ao desejo e a necessidade do nosso cliente, produto ou mercado. Primeiro é necessário de definir o que é a necessidade, o que expressa o desejo do cliente, o que ele quer conseguir mesmo e como podemos ajudar alcançar o seu objetivo. Para isto preciso definir o problema em uma maneira abrangente, detalhado e muito cuidadoso. O foco sempre é o individuo, as particularidades, as percepções, a expectativa e finalmente a sensação de uma experiência agradável alcançado por um trabalho seco.
O resultado fornece uma visão diferente da primeira opinião subjetiva, é uma jornada, uma partida quase livre de intuição.
A partir disso o alvo é resolver o problema e pesquisar possíveis soluções através de técnicas que possibilitam juntar as experiências de varias pessoas, pesquisa e analisar casos de sucesso, formar soluções possíveis para estudar que são realizáveis para aproximar-se sempre um pouco mais à solução adequada.
A forma de trabalho, principalmente a parte criativa, mudou bastante. Comparável com os pilotos hoje em dia, muitos procedimento, segurança e metodologia que o mais importante fica atrás, voar, dominar o avião e a paixão!

2. Aspectos profissionais e dificuldades

O dilema do Designer Gráfico é que um artefato bem trabalhado não está projetado para o reconhecimento do criador. O sentido da criação por um designer é transportar uma mensagem, causar algo num público alvo determinado para ter o efeito esperado. A valorização da profissão fica atrás, projetos gráficas não tem a expressão como uma torre Eiffel ou de uma ponte em São Lourenço da Mata. A vida útil é extremamente curto e o projeto depois já tira a atenção do projeto anterior.
Designers Gráficos reconhecidos são pessoas que são mais artistas que designers, trabalham mais para aperfeiçoamento do próprio estilo sem grande preocupação se o estilo deles enquadra-se com um produto qualquer. O estilo deles é que “puxa” o público alvo e um Designer ou Projetista de uma campanha determina que as criações fossem servir ou cria uma campanha a partir das criações do artista.
No parágrafo anterior estava utilizando a expressão solução adequada para evitar a palavra perfeita. Conseguir um resultado perfeito é um objetivo muito nobre, mas infelizmente na maioria dos casos não realizável. Porque, a resposta é bem simples como evidente, perfeição, principalmente na área design, é muito subjetivo e precisa um esforço grande que raramente estará reconhecido em uma remuneração adequada pelo cliente.
Outra dificuldade é a utilização de termos como design de interação por pessoas que não sabem o que significa, mas utilizam a terminologia para oferecer os serviços deles muito abaixo do preço de um trabalho qualificado. Claro que o cliente não enxerga a diferença, ele não está informado sobre as técnicas utilizadas e assim os preços do mercado por um trabalho altamente elaborado e adaptado é muito baixo e o reconhecimento da profissão é não muito bom, porque os trabalhos baratos contratados, muitas vezes, não atendem as necessidades do cliente e quem fez foi o designer, formado ou não, indiferente.

3. As perspectivas

As perspectivas são imensas como imprevisíveis. Todo dia aparecem novas formas de informações e dispositivos com funções riquíssimas. Por exemplo, a forma de interagir com um computador está em mudança muito radical. A revolução de tabletes no mercado está necessitando uma maneira diferente de apresentar informações. Aplicativos oferecidos por um preço baixo, em relação de softwares para computadores comuns, mostram uma diversidade absurda de processar informações e interagir com elas. Emails, Agendas, qualquer informação desejada é acessível em qualquer lugar. Isto é um desafio muito grande de utilizar as metodologias do design de interação para poder filtrar e oferecer informações realmente necessárias para garantir também uma utilização boa do tempo do usuário e transportar a informação.
O design de interação pode ser o caminho para conseguir um reconhecimento melhor da profissão e solucionar problemas do cliente. Também pode ser um instrumento perigoso que precisa ser aplicada bem dosada para não perder o mercado, ter os trabalhos mais bonitos do mundo na gaveta e o estrato da conta bancaria mostra nada porque a tinta vermelha secou na impressora.

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>